Processos de cassação de direito de dirigir crescem 83% em 2018 no RS

O Departamento Estadual de Trânsito divulgou no último dia 21 de janeiro os números de processos de suspensão e cassação do direito de dirigir instaurados pela autarquia no Rio Grande do Sul em 2018. O destaque fica para o vertiginoso aumento de 83% nos processos de cassação da habilitação, penalidade prevista nos artigos 256, V e 263 do Código de Trânsito Brasileiro e que alcançou o índice de 21,7 mil processos só ano passado.

Em contrapartida, a suspensão da habilitação caiu, alcançando 39,2 mil processos (em 2017 foram mais de 61 mil). Anderson Barcellos, Chefe da Divisão de Suspensão e Cassação de Condutores do DetranRS, “a fiscalização está forte, as operações Viagem Segura e Balada Segura consolidadas e as abordagens continuam aumentando. O que pode explicar essa redução dos processos de suspensão é mesmo uma mudança de comportamento”. O DETRAN também explica o aumento dos processos de cassação pela entrada em vigência da Resolução 723 de 2018, editada pelo Conselho Nacional de Trânsito (CONTRAN) e que permite a instauração de mais de um processo simultâneo.

Quer saber a diferença entre as duas penalidades? Copie e cole o link http://cfccadore.com.br/destaques/view/id/159/cadoreresponde-n05-qual-a-diferenca-entre-habilita.html

Texto: Eduardo Cadore (Instrutor e Especialista em Trânsito) com informações do site G1 e DETRAN/RS.

Compartilhar!