Carnaval e Trânsito

por Magnus Ourique

Todos os anos uma das grandes preocupações é a comemoração de carnaval no feriadão que se estende em torno de 5 dias. Nessas épocas de intensas comemorações, fazem do trânsito uma verdadeira carnificina, tornando o que é para ser alegre em tristeza. Muitas famílias perdem seus entes queridos na maioria das vezes pela imprudência, e dos condutores que insistem em misturar álcool com direção.

Fazer festa faz parte da vida do ser humano, mas álcool e direção é uma combinação que nunca deu certo.

Nesse período há sempre uma grande mobilização por parte dos órgãos de trânsito em procurar sensibilizar todas as pessoas que faça sua folia com muita alegria, paz, amor e responsabilidade no trânsito.

Ao viajar é preciso ter a ciência dos congestionamentos que poderá enfrentar nas principais rodovias do país, mas é preciso manter a calma, não deixar a imprudência mudar o destino da sua vida e dos outros.

Respeite os limites de velocidades das vias, pare para descansar, saiba que nestas épocas a fiscalização é intensa, respeite a vida!

Se for dirigir não beba! Aguarde chegar no seu local de destino para começar a sua festa, com segurança e após não saia, chame um taxi, pegue um transporte alternativo, ligue para que seus familiares possam busca-lo e jamais peça carona a um desconhecido ou a alguém que tenha bebido.

 

Texto: Magnus Ourique (Instrutor de Cursos Especializados do CFC Cadore)

Compartilhar!